A minha cidade

Lisboa é minha; é tua, que a adoptaste; tua, que a levas no coração; tua, que ainda agora aqui chegaste mas que vais recomeçar.

Lisboa é de quem atravessa as passadeiras a correr como se estivesse em Nova Iorque, mas que toma cafés de uma hora com os amigos. De quem não tem medo da nostalgia e sorri quando diz que tem saudades.

De quem não se assusta com o barulho dos aviões e se regozija com o barulho dos elétricos. É de quem fica com pele de galinha quando ouve um fado ao longe, e se emociona quando olha para o Tejo.

De quem tem espírito de marinheiro mesmo que em terra firme. De quem vive entre despedidas, entre trocas e baldrocas da vida, mas que sabe bem onde é o seu porto.

É minha, que me pavoneio como alfacinha de gema, com os meus avós do Castelo e da Mouraria, mas também é tua que escolheste o teu bairro de eleição, e que abanas as ancas ao som das marchas, a torcer para que ganhe o teu favorito.

É de quem comeu muito pão com chouriço e caldo verde nas noitadas, que parava no Galeto para um croissant do regresso a casa, e também de quem hoje excede os quilos da bagagem do avião, carregado de sabores desta terra.

É de quem de tudo se lamenta, de quem vai-se andando, de quem é por isso que o país não vai para a frente, mas que quando tem de o dizer a quem é de fora fica mais orgulhoso e determinado que a Padeira de Aljubarrota.

É minha, que repito as expressões castiças da minha Avó, e é tua que foste ver porque é que é résvés Campo de Ourique para também poder começar a usar.

De quem percebe como afinal é tudo tão pequeno, que sorri quando passa todas as semanas em frente ao banco do primeiro namorico, do café do amor da faculdade, dos desencontros da vida e daquela ponta de arrependimento que não nos deixa.

É tua, que anulas os compromissos sociais com um dia cinzento que te deixa assim meio esquisito, e tua que calcorreias todas as ruas da cidade quando o sol espreita.

Lisboa é de quem sabe que se volta sempre aos sítios onde se foi feliz, porque também sabe que a tristeza pode viver connosco numa vida de felicidade.

By Marta

Este é um espaço onde se cruzam pensamentos, línguas, histórias deste mundo e dos que criamos. Um blog e portefólio pessoal, onde o universo de cada um de nós é atravessado por uma linha transversal de emoções, ideias e sonhos. // // A place where thoughts, languages, real and imaginary stories cross paths. A blog and portfolio where our universes meet though transversal emotions, ideas, and dreams.

Leave a comment

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: